sexta-feira, 11 de abril de 2014

alt

O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) acaba de entregar o resultado dos trabalhos de setorização de riscos geológicos no município de Cachoeira do Sul, no Rio Grande do Sul. O estudo foi realizado por pesquisadores da CPRM entre os dias 19 e 24 de março, quando percorreram diversas localidades do município mapeando áreas de risco.  Nesta segunda-feira (24/03), a equipe de geólogos da empresa se reuniu com o prefeito Neiron Viegas, para entregar o relatório técnico do mapeamento executado pela instituição no município.
O trabalho contou com a participação dos geólogos Carlos Augusto Peixoto e Marcelo Jorge, da Superintendência Regional de Porto Alegre.  Na ocasião, Carlos Augusto destacou e agradeceu o apoio da Defesa Civil Municipal, em especial, aos agentes, Paulo Ricardo Silva Silveira e Marco Aurélio de Oliveira Silveira, que foram de grande ajuda durante a etapa de campo.
Mapeamentos de áreas de risco - O trabalho da CPRM está inserido nas ações do Plano Nacional de Gestão de Riscos e Resposta a Desastres Naturais. As ações do plano estão divididas em quatro eixos temáticos - prevenção, mapeamento, monitoramento e alerta e resposta a desastres, coordenado pela Casa Civil da Presidência da República.
Até o final do ano a CPRM tem a missão de identificar, caracterizar e setorizar áreas de risco alto e muito alto em mais 800 municípios.  O estudo busca orientar a tomada de decisões para a redução dos danos resultantes de risco geológico, principalmente escorregamentos, erosões, deslizamentos, enchentes e inundações, que frequentemente têm causado a perda de vidas humanas e danos materiais.